Busca | Cadastre-se | Como Anunciar 
   
 CLASSIFICADOS
  
 Neg. & Oport.
   Empresas
   Equipamentos
   Serviços
   Outros
  
 Vagas
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Candidatos
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Cursos
  
 Vendo
  
 Doa-se
  
  
 GUIA EMPRESAS
 Adestradores
 Aquários
 Associações
 Atacadistas
 Aviculturas
 Banho e Tosa
 Canis
 Clínicas
 Consultorias
 Criadores
   Aves
   Roedores
   Reptil/Anfíbio
   Primatas
 Distribuidores
 DogSitter
 Entidades
 Fabricantes
 Gatis
 Hotéis
 Informática
 Laboratórios
 Padarias
 Passeadores
 PetShops
 Rações
 Representantes
 Serviços
 TaxiDog
  
 Lançamentos
 Reportagens
 Consultoria
 Dicas
 Veterinários
 Eventos
 Legislação
  
 Fórum
 Agility
 Raças
 Meu amigo Pet
 Pássaros
  
 PROMOÇÕES
 Busca
 Cadastre-se
 Como Anunciar
 Contato
  

   

VERÃO CONSCIENTE

Cuidados importantes que seu animalzinho precisa durante as férias

Por Dra. Diane Sanches, veterinária da Clínica da Pet Center Marginal

Em tempo de férias, malas prontas e agitação de sobra no ar, sempre fica uma pergunta: e o seu animal de estimação? Para que não fique em casa sozinho, muitos donos preferem levar o bichinho consigo. Mas é importante lembrar que essa não é uma tarefa simples: a maioria das empresas, tanto aéreas como rodoviárias, exige, além do GTA (Guia de Transporte Animal) e da carteirinha de vacinação, caixas adequadas para o transporte.

Existem muitas opções disponíveis no mercado para acomodar o animal durante o roteiro de viagem. Deve-se escolher o modelo mais adequado para o tipo físico do animal, sua raça e, claro, às necessidades do dono. Itens importantes que devem ser levados em consideração são a resistência, a ventilação e o espaço interno – o ideal é que o bicho possa dar uma volta completa dentro da caixa.

É importante que, dias antes da viagem, o bichinho seja treinado e familiarizado com o transporte, para que ele vá se acostumando ao ambiente em que vai ficar. É essencial não esquecer de levar tudo o que possa aliviar o estresse dele durante a viagem, incluindo ração, água, comida, brinquedos e kit de primeiros socorros.

Mesmo que o animal seja levado em viagens de curta duração, dentro do carro é necessário cuidar de seu bem-estar. Como cães e gatos não transpiram como os humanos, a temperatura corporal deles pode se elevar muito em ambientes fechados. É muito comum relatos de animais que ficam desidratados nessas condições. O ideal é realizar o trajeto em horários mais frescos e parar sempre para fornecer água ao animal.

Mas, se mesmo diante da perspectiva de uma viagem a família resolva deixar o animal em casa, existem algumas opções viáveis. Em alguns casos, deixar o animal é bem menos estressante – já que a viagem e mudança de ambiente podem causar até diarréias. Se alguém conhecido puder ficar com ele, melhor ainda. Do contrário, uma boa alternativa são os hotéis para cães e gatos, que aceitam os animais desde que estejam com a vacinação em dia.

É importante procurar referências do hotelzinho onde você irá deixar o animal, bem como conhecer antes as instalações. O ideal é que o cão tenha espaço para circular dentro do canil, e uma área para ele exercícios e banho de sol. Leve a comida que ele está acostumado, brinquedos e a "cama" dele. Isso diminuirá o estranhamento diante da mudança de ambiente. Lembre-se de deixar o seu telefone e o do seu veterinário no canil/hotel, para casos de emergência.

Outros cuidados, indispensáveis a qualquer tipo de viagem, é sempre levar seu animal com a vacinação em dia (na praia, por exemplo, é importante prevenir o "verme do coração", que atinge cães e está presente em todo o litoral brasileiro), cuidado com as pulgas e carrapatos e atenção com a alimentação – é muito comum, em festas de fim de ano e férias, casos de intoxicação alimentar causados por excessos cometidos pelos donos que não resistem à cara de manha de seus animais diante de guloseimas.

Para quem fica, existem também cuidados a serrem tomados. Evitar passear com o animal nos horários de sol forte é uma forma de prevenir queimaduras no focinho, nas orelhas e nas patas (o asfalto quente pode machucar as almofadas que eles possuem), bem como desgaste desnecessário do animal diante de altas temperaturas. É importante lembrar que, em passeios, a água deve ser freqüentemente fornecida, para que o cão fique sempre hidratado, já que em viagens o animal fica mais cansado que durante as caminhadas em parques, por exemplo, e que precisa mais do que nunca de água e, acima de tudo, pouco esforço físico.

Dicas de produtos

GAIOLAS DE TRANSPORTE (medidas em largura, comprimento e altura)

Bicho sem Grilos: Shopping Anália Franco – Av Regente Feijó 1739, Piso Orquídea, Loja 23/24 – Jardim Anália Franco. 6674-7441.

1- (70 cm x 90cm x 60cm) R$ 482,00, tem frisas para ventilação, desmontável com espaço para comida. Cabe um pit Bull.

2- (35cm x 45cm x 30cm) R$ 97,87 – tem formato de casa com chaminé e a grade é removível. Carrega um poodle ou gatos.

Pet Center Marginal: Av. Presidente Castelo Branco, 1795 (Marginal Tietê ao lado da Ponte da Vila Guilherme) – Pari. 6097-7400.

1 – (40cm x 54 cm x 40cm) R$ 72,00 – tem formato de um capacete. Cores rosa, azul e cinza. Carrega um lhasa, poodle ou gatos.

2 – (62 cm x 79 cm x 53 cm) R$ 513,00 é toda desmontável com espaço para comida e água. Vem com colchão e rodinhas opcionais. Carrega um pitbull. Importada.

voltar...