Busca | Cadastre-se | Como Anunciar 
   
 CLASSIFICADOS
  
 Neg. & Oport.
   Empresas
   Equipamentos
   Serviços
   Outros
  
 Vagas
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Candidatos
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Cursos
  
 Vendo
  
 Doa-se
  
  
 GUIA EMPRESAS
 Adestradores
 Aquários
 Associações
 Atacadistas
 Aviculturas
 Banho e Tosa
 Canis
 Clínicas
 Consultorias
 Criadores
   Aves
   Roedores
   Reptil/Anfíbio
   Primatas
 Distribuidores
 DogSitter
 Entidades
 Fabricantes
 Gatis
 Hotéis
 Informática
 Laboratórios
 Padarias
 Passeadores
 PetShops
 Rações
 Representantes
 Serviços
 TaxiDog
  
 Lançamentos
 Reportagens
 Consultoria
 Dicas
 Veterinários
 Eventos
 Legislação
  
 Agility
 Raças
 Meu amigo Pet
 Pássaros
  
 PROMOÇÕES
 Busca
 Cadastre-se
 Como Anunciar
 Contato
  

   

TARTARUGA DE ORELHAS VERMELHAS (Trachemys scripta elegans)

Origem: Estados Unidos até o norte da América do Sul.

Tamanho: de 25 a 30 cm em cativeiro e até 40 cm na natureza.

Hábitos: diurnos e aquáticos.

Aquaterrário: espaçoso (80 x 40 x 30 cm), com areia na parte seca e ilhas de pedra na parte aquática. Labcon Repto Protect na água. Temperatura entre 25 e 30ºC.

Reprodução: ovípara.

Manuseio: aceitam bem, mas não manusear excessivamente.

Alimentação: Alcon ReptoLife Baby, Alcon ReptoLife, Alcon Gammarus, Alcon ReptoMix, acrescidos de Labcon Reptovit.

Provavelmente é a tartaruga de maior expressão mantida como animal de estimação em todo o mundo. Pode ser facilmente reconhecida pela mancha vermelha existente logo após os olhos. Outra característica marcante é a mancha escura em cada escudo que forma o plastrão ("casco de baixo"). Estas manchas vão tornando-se menores e com os contornos menos divisíveis conforme o animal cresce. Possuem a carapaça relativamente achatada, com um verde intenso nos exemplares jovens. À medida que os animais se desenvolvem a carapaça torna-se oliva amarronzada. Possuem a cabeça, pescoço e membros com linhas que variam do branco ao verde claro. Tem o hábito de ficarem expostas ao sol, preferencialmente sobre um tronco, deslizando rapidamente para a água ao menor sinal de perigo, recebendo por isso o nome inglês de Red Eared Slider.

Devem ser mantidas em uma área adequada para exposição ao sol ou a radiações artificiais de ultra-violeta. Os machos se caracterizam por possuírem as patas dianteiras bem mais desenvolvidas que as das fêmeas.

Maiores informações pelo site www.labcon.com.br