Busca | Cadastre-se | Como Anunciar 
   
 CLASSIFICADOS
  
 Neg. & Oport.
   Empresas
   Equipamentos
   Serviços
   Outros
  
 Vagas
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Candidatos
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Cursos
  
 Vendo
  
 Doa-se
  
  
 GUIA EMPRESAS
 Adestradores
 Aquários
 Associações
 Atacadistas
 Aviculturas
 Banho e Tosa
 Canis
 Clínicas
 Consultorias
 Criadores
   Aves
   Roedores
   Reptil/Anfíbio
   Primatas
 Distribuidores
 DogSitter
 Entidades
 Fabricantes
 Gatis
 Hotéis
 Informática
 Laboratórios
 Padarias
 Passeadores
 PetShops
 Rações
 Representantes
 Serviços
 TaxiDog
  
 Lançamentos
 Reportagens
 Consultoria
 Dicas
 Veterinários
 Eventos
 Legislação
  
 Agility
 Raças
 Meu amigo Pet
 Pássaros
  
 PROMOÇÕES
 Busca
 Cadastre-se
 Como Anunciar
 Contato
  

   

PESQUISA COMPROVA QUE DESEMPENHO DO SUBSTITUTO DO LEITE MATERNO 100% BRASILEIRO PARA FILHOTES DE CÃES E GATOS, PRODUZIDO PELA TOTAL ALIMENTOS, É SIMILAR AO LEITE DAS FÊMEAS E SUPERIOR AO IMPORTADO

Uma detalhada pesquisa científica realizada com 216 cães e 32 gatos, desde dezembro de 2003 a junho de 2006, comprovou que os neonatos que se alimentaram desde o segundo dia de vida até o desmame com o Substituto de Leite Materno da Total Alimentos S.A. tiveram média de crescimento similar aos que continuaram a se amamentar com a mãe. O estudo foi realizado na Estação de Pesquisa da Total Alimentos S.A., em Três Corações, Minas Gerais, pela experiente equipe do doutor Jim Corbin (do Departamento de Nutrição Animal da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos ), que também comparou o desenvolvimento de animais que se alimentaram com o "Esbilac", substituto de leite norte-americano , reconhecido internacionalmente, que ficou abaixo da média dos cães e gatos que utilizaram o Substituto de Leite Materno da Total Alimentos S.A..

Ao longo de dois anos e meio, foram feitos vários experimentos para avaliar o desenvolvimento, digestibilidade, fezes e comportamento de 216 cães e 32 gatos neonatos. “Queríamos observar os primeiros animais que participaram dos testes e que hoje se encontram adultos, portanto foi possível avaliar todo o desenvolvimento dos animais”, disse Derli Andrieli Ramos Pereira, responsável pela pesquisa no Departamento Técnico, ao lado do doutor Jim Corbin.

Em todas as pesquisas, o procedimento foi igual: os neonatos ficaram dois dias com a mãe para mamarem o colostro (o Substituto de Leite Materno da Total Alimentos S.A. pode ser utilizado desde o momento do nascimento, porém quando possível, deve-se deixar o filhote mamar o colostro). Após os dois dias, metade da ninhada permaneceu com a mãe e o restante foi para o aleitamento artificial, buscando deixar o mesmo número de machos e fêmeas em cada grupo.

Todos os animais mamaram cinco vezes ao dia (intervalos de quatro em quatro horas) e foram pesados diariamente após a primeira mamada do dia. Para os que estavam em aleitamento artificial, foram realizados estímulos para micção e defecação antes e após todas as mamadas (simulando a intenção da mãe por meio das lambidas na área genital do filhote ). Após 21 dias de vida, os neonatos começaram a ingerir papinha de desmame, intercalada com o leite até o 28º dia de vida, quando se alimentaram somente com a papinha até o 42º dia. Neste dia foi introduzido o alimento seco, intercalado com a papinha, até o 60º dia, data em que o animal começou a se alimentar somente com o alimento seco.

“Os resultados apresentados pelo Substituto de Leite Materno da Total Alimentos S.A., quando comparados com o crescimento dos filhotes recém-nascidos que permaneceram com a mãe, mostraram que não houve diferença significativa entre os dois grupos. Já o substituto de leite materno internacional Esbilac apresentou média bastante inferior às médias de crescimento apresentadas pelo leite materno e Substituto de Leite Materno da Total Alimentos S.A.”, disse Pereira.

O Substituto de Leite Materno da Total Alimentos S.A. conta com tecnologia brasileira e a Total Alimentos é a única indústria nesse ramo que produz sua própria caseína, principal proteína do leite , especialmente para esse fim . Além disso, o Substituto de Leite Materno da Total Alimentos S.A. contém osmolaridade adequada e níveis nutricionais similares ao leite da cadela.



Composta por mais de 280 animais (180 cães e 100 gatos), a Estação de Pesquisa da Total Alimentos é uma das maiores e mais bem equipada do mercado, e conta com uma equipe de profissionais altamente treinados, que realiza estudos variados, como testes de palatabilidade, digestibilidade, análise das fezes, observação da pelagem, olhos, cálculo dentário (tártaro), crescimento, aleitamento artificial e pH da urina dos gatos.

Seis marcas comerciais de Substitutos do Leite Materno são produzidos pela Total Alimentos: Max Milk,Max Milk Gatinhos, Líder Milk, Líder Milk Gatinhos, Equilíbrio Milk e Supreme Milk; e quatro tipos de Papinhas de Desmame: Max, Líder, Equilíbrio e Supreme.

Total Alimentos é referência nacional e internacional em qualidade e inovação

Mais de 150 produtos diferenciados, equipe de profissionais altamente capacitados, equipamentos de última geração e constantes investimentos em tecnologia e pesquisa são o diferencial da Total Alimentos S.A., uma empresa com supremacia em qualidade e produção inovadora de alimentos para animais de companhia.

A Total Alimentos é a primeira empresa brasileira a obter a certificação de GMP/BPF e HACCP, com reconhecimento internacional, para a divisão de Pet Food e Snacks, pela empresa internacional de certificação SGS , podendo exportar para todos os países da Europa, Àsia , Estados Unidos etc.

A empresa possui uma das fábricas mais modernas da América Latina, localizada na cidade de Três Corações, Minas Gerais, e conta com um parque industrial de mais de 500 mil metros quadrados. Qualidade e desempenho dos produtos são supervisionados pelo Dr. Jim Corbin, Ph.D em Nutrição Animal pela Universidade de Illinois, Estados Unidos.

voltar...