Busca | Cadastre-se | Como Anunciar 
   
 CLASSIFICADOS
  
 Neg. & Oport.
   Empresas
   Equipamentos
   Serviços
   Outros
  
 Vagas
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Candidatos
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Cursos
  
 Vendo
  
 Doa-se
  
  
 GUIA EMPRESAS
 Adestradores
 Aquários
 Associações
 Atacadistas
 Aviculturas
 Banho e Tosa
 Canis
 Clínicas
 Consultorias
 Criadores
   Aves
   Roedores
   Reptil/Anfíbio
   Primatas
 Distribuidores
 DogSitter
 Entidades
 Fabricantes
 Gatis
 Hotéis
 Informática
 Laboratórios
 Padarias
 Passeadores
 PetShops
 Rações
 Representantes
 Serviços
 TaxiDog
  
 Lançamentos
 Reportagens
 Consultoria
 Dicas
 Veterinários
 Eventos
 Legislação
  
 Agility
 Raças
 Meu amigo Pet
 Pássaros
  
 PROMOÇÕES
 Busca
 Cadastre-se
 Como Anunciar
 Contato
  

   

Merial alerta população contra falsificação de Frontline®

Produto contra pulgas e carrapatos, líder de mercado

A Merial Saúde Animal, líder mundial em pesquisa, desenvolvimento de vacinas e produtos veterinários, está preocupada e atenta quanto à falsificação de seus produtos e os riscos para animais e seres humanos. Mediante denúncias recebidas em seu 0800 sobre a possível falsificação de um antiparasitário contra pulgas e carrapatos em uma farmácia de manipulação de Belo Horizonte (MG), a empresa alertou os órgãos públicos e a Justiça sobre a produção ilegal do produto.

O público deve ter atenção redobrada. O alerta é para a venda de produtos falsificados (ou mesmo falsos genéricos) de FRONTLINE®, produto veterinário à base do princípio ativo Fipronil, eficaz no tratamento contra pulgas e carrapatos em cães e gatos. Não existem genéricos de FRONTLINE® no mercado, e sim produtos falsificados e ilegais.

Como o princípio ativo Fipronil é de uso exclusivo e patenteado da Merial para saúde animal, a farmácia em questão está cometendo uma violação de patente. Além disto, há outro agravante: algumas farmácias de manipulação, sem a devida autorização, estão manuseando produtos para saúde animal (como inseticidas e outros) nas mesmas instalações onde estão sendo formulados medicamentos para uso humano, com alto potencial de contaminação. Alertado sobre o ocorrido, o Ministério Público solicitou providências para a Vigilância Sanitária de Belo Horizonte para acompanhar o caso, por se tratar de um assunto que pode prejudicar a saúde humana.

Normas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

As normas e regulamentações para a venda de produtos para saúde animal no País são rigorosas e atendem, inclusive, as exigências internacionais. Assim, é proibida a venda de produtos sem registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) ou outros fracionados no ato da comercialização. Nesse contexto, incluem-se as farmácias de manipulação, que atuam livremente, sem registro e oferecendo formulações.

O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), em conjunto com outras entidades ligadas à criação animal, elaborou proposta para a obrigatoriedade de registro das farmácias de manipulação no MAPA. A proposta debatida entre representantes do Sindan, Conselho Federal de Farmácia, Associação Nacional das Farmácias Magistrais (Anfarmag), Professional Compounding Center of América (PCCA) e Coordenação de Produtos Veterinários (CPV) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, foi encaminhada para consulta pública para, em seguida, tornar-se Instrução Normativa.

“As farmácias de manipulação estão autorizadas a realizar a manipulação de produtos farmacêuticos quando prescritos por médicos e para uso em medicina humana. A extensão da atividade de manipulação de produtos farmacêuticos para prescrição e uso em medicina veterinária não atende a legislação em vigor. O Decreto 5.503, de 22.04.2004, em seu capítulo 11, artigo 4º, determina que “todo estabelecimento que fabrique, manipule, fracione, comercie, importe ou exporte produtos veterinários para si ou para terceiros deve estar registrado no Departamento de Defesa Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária, do MAPA. Na prática, porém, as farmácias de manipulação não estão registradas e, portanto, não podem comercializar produtos de uso veterinário”.

Conheça Frontline

Desenvolvido pela Merial, líder mundial em saúde animal, a linha FRONTLINE® é a mais eficaz do mercado contra pulgas e carrapatos em cães e gatos. A linha é composta de 3 diferentes produtos, Frontline® Spray, Frontline® TopSpot e Frontline® Plus, que matam pulgas e carrapatos minimizando, assim, os riscos de transmissão das doenças por esses parasitas.

FRONTLINE® se espalha pela pele e pêlos do animal mantendo uma ação prolongada devido ao seu efeito reservatório nas glândulas sebáceas. O produto não é sistêmico, não atuando pela corrente sanguínea.

Frontline pode ser utilizado em filhotes de cães e gatos a partir de 8 semanas de vida, possui e é ideal para cães e gatos portadores da Dermatite Alérgica a Picadas de Pulgas (DAPP). Para maior proteção e conforto do seu animal de estimação é importante que sejam realizadas, para o controle das pulgas, no mínimo quatro aplicações anuais; contra os carrapatos, é necessária aplicação mensal.

Informações adicionais sobre Frontline® podem ser obtidas pelo site www.merial.com.br ou pelo telefone 0800.135133

Texto Assessoria de Comunicações: Tel. (11) 3675-1818
Jornalista responsável: Altair Albuquerque (MTb 17.291)
Coordenação: Simone Rubim (simone@textoassessoria.com.br)
Atendimento: Vanessa Stecanella (vanessa@textoassessoria.com.br)

voltar...