Busca | Cadastre-se | Como Anunciar 
   
 CLASSIFICADOS
  
 Neg. & Oport.
   Empresas
   Equipamentos
   Serviços
   Outros
  
 Vagas
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Candidatos
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Cursos
  
 Vendo
  
 Doa-se
  
  
 GUIA EMPRESAS
 Adestradores
 Aquários
 Associações
 Atacadistas
 Aviculturas
 Banho e Tosa
 Canis
 Clínicas
 Consultorias
 Criadores
   Aves
   Roedores
   Reptil/Anfíbio
   Primatas
 Distribuidores
 DogSitter
 Entidades
 Fabricantes
 Gatis
 Hotéis
 Informática
 Laboratórios
 Padarias
 Passeadores
 PetShops
 Rações
 Representantes
 Serviços
 TaxiDog
  
 Lançamentos
 Reportagens
 Consultoria
 Dicas
 Veterinários
 Eventos
 Legislação
  
 Agility
 Raças
 Meu amigo Pet
 Pássaros
  
 PROMOÇÕES
 Busca
 Cadastre-se
 Como Anunciar
 Contato
  

   

ÉPAGNEUL BRETON - SPANIEL BRETÃO

A origem da raça Épagneul Breton levantou muitas teorias, mas, a que se torna mais próxima da realidade, é a que o aponta como descendente provável de seu antepassado chamado "Cão de Oysel" que, devido a constantes cruzamentos deu origem aos Spaniels e Setters. O Épagneul Breton é originário de uma região de nome Callac, no centro da Bretanha.

Conhecidos na Idade Média e descritos por Gaston Phoebus, esta raça é sem dúvida uma das mais antigas de França. O padrão definitivo deve-se ao grande especialista Ronan De Kermadec.

Para Kermadec criar a raça, utilizou-se das cachorras do visconde de Pontavice, aficionado da caça as galinholas e destacado importador e criador de Setters da Grã-Bretanha.

Segundo o seu parecer cruzou uma fêmea Setter de manto cor de limão com um dos seus Épagneuls de caça. O resultado foi o nascimento de uma fêmea branca e laranja que o visconde guardou para si e que seria a origem da raça Épagneul Breton. O seu processo de seleção fez dele o cão de aponte enérgico, que conhecemos nos nossos dias.

POPULARIDADE

De tamanho pequeno, elegante, vivo e muito vigoroso, de expressão inteligente, a sua doçura para com as crianças, a sua fidelidade para com o dono, converteram-no num dos cães mais populares em todo o mundo.

É uma das raças de caça mais difundidas.

No entanto, apesar dos seus dotes insuperáveis como caçador, as suas qualidades fizeram com que se tornasse um cão de companhia por excelência.

Rústico, simpático, popular é um maravilhoso cão, que se adapta facilmente a todas as circunstâncias. O Breton tem uma capacidade de saber transmitir toda a sua alegria e vontade de viver, o seu desportivismo, o seu temperamento ativo a toda a família, porque a sua capacidade de comunicação não tem limites.

Não é preciso ser um caçador para conviver com um exemplar de Épagneul Breton, as suas inúmeras virtudes cativam qualquer um.

PRÓS E CONTRAS

Prós: Caçador perfeito em qualquer situação. Bom tamanho. Com carinho adestra-se fácilmente. Bom para as crianças. A higiene do breton é muito simples: uma escovada semanal é o suficiente, na maioria dos casos.

Contras: Necessita de muito espaço e de exercício. O único defeito que lhe pode ser apontado é o de ser um cão teimoso, o que faz que alguns digam que é "teimoso como um bretão".


A grandeza de uma Nação e o seu progresso moral
podem ser avaliados pela forma como tratam os seus animais.

Mahatma Ghandi


Esta página é de responsabilidade de Maria do Céu Mendes - Portuguesa.
Apaixonada pela raça Épagneul Breton.
ceumendes@netcabo.pt