Busca | Cadastre-se | Como Anunciar 
   
 CLASSIFICADOS
  
 Neg. & Oport.
   Empresas
   Equipamentos
   Serviços
   Outros
  
 Vagas
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Candidatos
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Cursos
  
 Vendo
  
 Doa-se
  
  
 GUIA EMPRESAS
 Adestradores
 Aquários
 Associações
 Atacadistas
 Aviculturas
 Banho e Tosa
 Canis
 Clínicas
 Consultorias
 Criadores
   Aves
   Roedores
   Reptil/Anfíbio
   Primatas
 Distribuidores
 DogSitter
 Entidades
 Fabricantes
 Gatis
 Hotéis
 Informática
 Laboratórios
 Padarias
 Passeadores
 PetShops
 Rações
 Representantes
 Serviços
 TaxiDog
  
 Lançamentos
 Reportagens
 Consultoria
 Dicas
 Veterinários
 Eventos
 Legislação
  
 Fórum
 Agility
 Raças
 Meu amigo Pet
 Pássaros
  
 PROMOÇÕES
 Busca
 Cadastre-se
 Como Anunciar
 Contato
  

   

Nina e Cindy


Cindy mamando

Cindy mamando

Cindy

Nina e Cindy mamando

Nina e Cindy mamando

Patricia - Nina - Cindy

Meu nome é Nina eu sou filha de siamês com SRD e eu era uma gatinha muito brava e fujona então minha mãe Patrícia resolveu me castrar pra ver se eu ficava mais tranqüila.

Minha mãe queria outra gatinha pra me fazer companhia mas como eu era muito ciumenta eu não aceitava, eu queria minha mãe só pra mim, eu mamo na fraudinha e sou muito mimada.

Depois de 15 dias que fui castrada minha mãe resolveu comprar uma gatinha himalaio (a Cindy), ela levou a Cindy pra casa mas não deixou eu vê-la durante uma semana, eu só sentia o cheiro daquela insuportável e rosnava muito, fiquei com ódio da minha mãe mas com muita paciência minha mãe foi nos aproximando.

No começo eu batia muito naquela gatinha que veio tomar meu lugar, mas com o tempo resolvi adotá-la, já que eu nunca ia ter filhos.

Depois de um tempinho eu não queria mais ficar longe da Cindy e ela não estava me agüentando mais, eu não deixava a Cindy nem beber água, minha mãe tinha que me segurar, meus peitinhos começaram a produzir leite e a Cindy sentiu o cheiro e resolveu mamar, e eu ficava meio sentada olhando pra ela e dando banho nela, estou adorando ser mãe dela, ela é linda demais, eu nem saio pra rua mais pois preciso cuidar da minha filha.

As vezes a mamãe Patrícia vai dar remédio pra Cindy quando não estou perto e a Cindy mia e eu vou correndo socorrê-la.

Na penúltima e na antipenúltima foto eu estou mamando na fraudinha e a Cindy mamando em mim.

Mande um e-mail para nós:  PNunes@angloamerican.com.br