Busca | Cadastre-se | Como Anunciar 
   
 CLASSIFICADOS
  
 Neg. & Oport.
   Empresas
   Equipamentos
   Serviços
   Outros
  
 Vagas
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Candidatos
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Cursos
  
 Vendo
  
 Doa-se
  
  
 GUIA EMPRESAS
 Adestradores
 Aquários
 Associações
 Atacadistas
 Aviculturas
 Banho e Tosa
 Canis
 Clínicas
 Consultorias
 Criadores
   Aves
   Roedores
   Reptil/Anfíbio
   Primatas
 Distribuidores
 DogSitter
 Entidades
 Fabricantes
 Gatis
 Hotéis
 Informática
 Laboratórios
 Padarias
 Passeadores
 PetShops
 Rações
 Representantes
 Serviços
 TaxiDog
  
 Lançamentos
 Reportagens
 Consultoria
 Dicas
 Veterinários
 Eventos
 Legislação
  
 Fórum
 Agility
 Raças
 Meu amigo Pet
 Pássaros
  
 PROMOÇÕES
 Busca
 Cadastre-se
 Como Anunciar
 Contato
  

   

CHEGADA DO VERÃO EXIGE CUIDADOS ESPECIAIS COM PETS

Fique alerta sobre recomendações para viajar com seu animal ou hospedá-lo em hotel

No verão, o aumento da temperatura e da umidade pode trazer sérios transtornos para cães e gatos, com reflexos aos seus donos. Esta é a estação propícia para as infestações por pulgas e carrapatos, os chamados ectoparasitos.

Além disso, nesta época do ano é observado o aumento da incidência de doenças infecciosas virais e bacterianas, como a parvovirose canina e a leptospirose, respectivamente. Deste modo, como a vacinação tem efeito preventivo, os animais devem estar com as carteirinhas de vacinação em dia para se protegerem destas doenças.

Os animais de companhia chegam ao verão muitas vezes após um longo período sem receber tratamentos preventivos contra pulgas e carrapatos – “Como nas estações mais frias os proprietários não observam pulgas e carrapatos com tanta freqüência, a maioria das pessoas relaxa no tratamento e suspende o uso dos produtos ectoparasiticidas, que na verdade deve ser feita durante o ano todo. Deste modo, as pulgas e carrapatos têm um período para se “preparar”, o que acaba resultando numa alta infestação no verão” explica o médico veterinário Leonardo Brandão, gerente de produtos de pequenos animais da Merial Saúde Animal.

Para evitar problemas com pulgas e carrapatos, o especialista da Merial recomenda observar as condições de higiene do ambiente onde o animal está. “Cerca de 95% das pulgas e carrapatos que infestam animais estão se reproduzindo no meio ambiente. Por esse motivo, é preciso ter cuidado com a higiene de carpetes, tapetes e sofás”, alerta o Dr. Leonardo.

Por tudo isso, ele recomenda o uso freqüente de produtos ectoparasiticidas, como FRONTLINE®, medicamento líder no combate à pulgas e carrapatos fabricado pela Merial Saúde Animal. “Os proprietários devem compreender que para um controle efetivo de pulgas e carrapatos, os animais devem receber FRONTLINE® freqüentemente, de modo preventivo, durante todo o ano, e não apenas quando os animais já estão infestados”. FRONTLINE® é indicado para uso mensal em casos de infestações por carrapatos ou para animais com DAPP (dermatite alérgica por picada de pulgas) e até a cada 3 meses para infestações por pulgas.

Doenças infecciosas – Outro cuidado importante é a proteção dos animais contra doenças infecciosas, como a parvovirose canina, a leptospirose e a panleucopenia felina. Estas doenças podem ser prevenidas por meio da vacinação dos animais, que deve ser sempre realizada por um Médico Veterinário. “Essas doenças pode ser transmitidas por meio do contato mínimo entre os animais. Muitas vezes os animais que nunca saem à rua vão para a praia ou para o campo, e para tanto, devem estar protegidos: vacinados, desparasitados e protegidos contra pulgas e carrapatos”, alerta Dr. Leonardo.

“O cuidado deve ser redobrado com filhotes que ainda não foram completamente imunizados, e portanto, não devem sair de casa antes de tomar todas as vacinas necessárias”, reforça Leonardo Brandão. Apenas depois das doses iniciais da primovacinação, em geral 3 doses para cães e 2 para gatos, é que os animais podem transitar livremente e ter contato com outros animais.

Hotel para pets – Se o proprietário de um animal de companhia pretende deixar seu amigo em um hotel, ficam aqui algumas recomendações da Merial. Verificar se o local se preocupa em verificar as carteirinhas de vacinação dos animais (apenas animais com a vacinação em dia devem ser aceitos). Os animais devem ter sido previamente desparasitados e ter recebido tratamento ectoparasiticida (contra pulgas e carrapatos). O espaço de passeio dos animais deve ser limpo freqüentemente para não haver qualquer tipo de transmissão de doenças, como as verminoses intestinais. “Fique alerta com a tosse dos canis, um tipo de gripe que atinge os cães. A transmissão é pelo ar e é recomendável uma vacinação preventiva, principalmente para animais que ficarão em canis e hotéis”, alerta o gerente de produtos pets da Merial Saúde Animal.

voltar...