Busca | Cadastre-se | Como Anunciar 
   
 CLASSIFICADOS
  
 Neg. & Oport.
   Empresas
   Equipamentos
   Serviços
   Outros
  
 Vagas
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Candidatos
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Cursos
  
 Vendo
  
 Doa-se
  
  
 GUIA EMPRESAS
 Adestradores
 Aquários
 Associações
 Atacadistas
 Aviculturas
 Banho e Tosa
 Canis
 Clínicas
 Consultorias
 Criadores
   Aves
   Roedores
   Reptil/Anfíbio
   Primatas
 Distribuidores
 DogSitter
 Entidades
 Fabricantes
 Gatis
 Hotéis
 Informática
 Laboratórios
 Padarias
 Passeadores
 PetShops
 Rações
 Representantes
 Serviços
 TaxiDog
  
 Lançamentos
 Reportagens
 Consultoria
 Dicas
 Veterinários
 Eventos
 Legislação
  
 Fórum
 Agility
 Raças
 Meu amigo Pet
 Pássaros
  
 PROMOÇÕES
 Busca
 Cadastre-se
 Como Anunciar
 Contato
  

   

TRAQUEOBRONQUITE INFECCIOSA CANINA, MAIS CONHECIDA COMO "TOSSE DOS CANIS": RISCO AOS CÃES AUMENTA NOS MESES MAIS FRIOS DO ANO

Traqueobronquite infecciosa canina, mais conhecida como “tosse dos canis”: risco aos cães aumenta nos meses mais frios do ano

A gripe canina afeta diretamente o sistema respiratório dos cães. A Merial recomenda intensificar a vacinação dos cães nos meses mais frios do ano.

No inverno, o clima frio e seco favorece o aparecimento da gripe, facilmente transmitida por meio da tosse e do espirro. Com os cães não é diferente, a traqueobronquite infecciosa canina, mais conhecida como “Tosse dos canis ou gripe canina” , é uma doença aguda e altamente contagiosa, cuja melhor forma de prevenção é a imunização.

Os agentes causadores mais freqüentes são a bactéria Bortedella bronchisseptica e os vírus da Parainfluenza e adenovirose canina tipo 2. A transmissão ocorre mais freqüentemente quando há aglomeração de animais, por exemplo, em parques, praças, canis, hotéis para cachorros, abrigos e loja de animais. O principal sintoma é a tosse seca e repetida que freqüentemente piora com os exercícios físicos, agitação ou mesmo pela pressão da coleira. Outros sintomas, como secreção nasal, falta de apetite e febre, podem ser indícios de quadros mais graves da gripe canina.

Segundo o médico veterinário Leonardo Brandão, gerente técnico de pequenos animais da Merial, os mais atingidos pela gripe canina são os filhotes recém-desmamados, que ainda não têm a imunidade fortalecida. Entre os adultos, também estão vulneráveis à contaminação os animais debilitados por outras doenças, submetidos ao estresse ou que passaram por longas viagens, confinamento em clínicas, hotéis, exposições, ou ainda, submetidos à alimentação inadequada.

Para prevenir a traqueobronquite infecciosa canina, o médico veterinário da Merial informa que a solução mais adequada é a imunização. “É de extrema importância a vacinação anual dos animais, a qual protege durante o ano todo”, afirma Brandão. “Outros cuidados devem ser levados em consideração, como manter o animal protegido do frio, da umidade e do vento (se necessário providencie roupas próprias para animais); evitar banhar os animais nos dias frios e as aglomerações de cães durante o inverno, e ainda, isolar os animais doentes”, completa o veterinário da Merial. Deve-se lembrar que, como para a gripe humana, as vacinas contra a gripe canina minimizam os sintomas da doença, mas podem não impedir que os animais desenvolvam sintomas brandos. Em alguns casos, episódios de tosse e espirros podem ocorrer mesmo nos animais vacinados. “De todo modo, a vacinação é a melhor forma de prevenir a doença”, completa Leonardo Brandão.

Solução Merial Saúde Animal: A Merial, líder mundial em pesquisas e desenvolvimento de novas tecnologias em saúde animal, disponibiliza a vacina Pneumodog®, que estimula a proteção dos cachorros de forma extremamente eficiente e segura.

Mais informações sobre a linha de produtos para pequenos animais da Merial podem ser obtidas pelo site: www.merial.com.br ou pelo SAC 0800 8887387.

voltar...